fbpx

Opinião

Loft agora dispõe do que os seus concorrentes sonham: um canal de vendas verdadeiramente capilarizado

Rodrigo Werneck
Escrito por Rodrigo Werneck em 2 de julho de 2021
6 min de leitura
Loft agora dispõe do que os seus concorrentes sonham: um canal de vendas verdadeiramente capilarizado
Toda semana, no seu e-mail.

Assine gratuitamente a principal newsletter do mercado imobiliário brasileiro.

Na sua autobiografia, o fundador da Nike, Phil Knight, relata o episódio em que foi apresentado, numa visita ao Vietnã, ao general Giáp, um dos mais importantes estrategistas militares do século XX, que liderou o país asiático na guerra vitoriosa contra os Estados Unidos.

Knight aproveitou a oportunidade para perguntar ao militar como ele conseguiu a façanha de humilhar uma potência mundial que tinha soldados melhor preparados e tecnologia superior.

“Eu era um mestre da selva”, respondeu Giáp ao fundador da Nike.

Lembro desta história para dar uma precisa dimensão do movimento anunciado nesta sexta-feira (2) pela Loft, de uma fusão com a fintech CredPago.

O que está em jogo nesta operação não são simplesmente os 123 mil contratos de garantia locatícia ou os R$ 40 bilhões em ativos sob gestão da CredPago.

O que a Loft acaba de adquirir, sim, é o conhecimento de campo adquirido pela CredPago em apenas cinco anos de existência, período em que a empresa construiu um case fabuloso de relacionamento com 16.000 imobiliárias das cinco regiões brasileiras.

Diante de um cenário dominado por uma única seguradora, a CredPago teve o mérito de se sobrepor a um gigante escalando o mercado discretamente, porta a porta, em 700 cidades pelo interior do Brasil, dependendo muito pouco ou nada dos números de São Paulo capital.

Se você acha que a tecnologia ganha o jogo, ou a guerra, como preferir, eu lamento dizer que, no mercado imobiliário, a vitória se decide na selva, em cidades improváveis como Sinop (MT) – de onde escrevo este artigo enquanto voo para casa, Chapecó (SC) ou Rio Verde (GO), onde conheço imobiliárias capazes de produzir R$ 20 milhões em vendas por mês.

O Brasil é grande demais, e estar presente em lugares tão distantes e diferentes culturalmente entre si é um ativo de valor incalculável.

Sem alarde, a CredPago construiu uma rede de representantes que percorrem o Brasil ganhando a confiança e fazendo negócios com imobiliaristas que produzem resultados discretos para o padrão de uma metrópole, mas que, somados, equivalem à produção de um QuintoAndar.

Humildemente, a fintech bateu à porta de associações de imobiliárias e se estabeleceu como parceira estratégica no enfrentamento ao modelo de desintermediação.

Depois do aluguel, qual o próximo passo?

Se a CredPago é um sucesso absoluto em termos de canais de venda de garantias locatícias, por que então se unir à Loft?

Porque, com esta operação, a CredPago passa a ser parte de um marketplace capitalizado em condições de duelar com os gigantes QuintoAndar e OLX.

Sem a aliança com um marketplace, a CredPago era um player vulnerável ao avanço agressivo especialmente do QuintoAndar, que prepara o lançamento de um modelo de parcerias visando as mesmas imobiliárias atendidas pela fintech catarinense.

Sim, o mercado imobiliário brasileiro caminha para um choque de gigantes, e o que os move vai muito além do aluguel, que ainda reserva oportunidades especialmente em serviços e seguros.

O que está no centro da mira de Loft, QuintoAndar e OLX (cujo produto de locação deve ser apresentado ao mercado em breve) é a venda de imóveis e, especialmente, o crédito imobiliário.

Corretores de imóveis agem com desinteresse no Brasil quando o assunto é financiamento, e o fazem por um simples motivo: não há incentivo (leia-se, dinheiro) à mesa.

Este jogo pode mudar rapidamente, tendo as imobiliárias como protagonistas com o amparo de gigantes como a Loft.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

0 0 votes
Avaliação do artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x