crédito imobiliário
Inovação

Creditú, RBR e OPEA se unem no lançamento de estrutura inovadora de Crédito Imobiliário

Pensando em viabilizar e agilizar o crédito imobiliário para a população, a Creditú, fintech especializada em oferecer crédito imobiliário com operações no Chile, Peru e México, se une com a RBR Asset Management, gestora de ativos imobiliários com R$ 7 bilhões de recursos sob gestão e OPEA, securitizadora com 342 operações em gestão totalizando R$ 42,1 bilhões.

As empresas consolidaram uma parceria para financiar os créditos emitidos pela Creditú. Nessa parceria, a RBR Asset, através dos fundos de crédito geridos, financia a aquisição dos créditos de financiamento imobiliário originados e geridos pela Creditú.

A parceria vem em um momento desafiador para o mercado residencial no país, uma vez que o cenário macroeconômico está com inflação e juros mais altos e baixo crescimento da economia.

“Hoje, o acesso a crédito está dificultoso, ainda mais quando olhamos para financiamento imobiliário: as taxas altas e a inflação inacessível. Com os bancos tradicionais, o acesso é moroso e burocrático. Nosso trabalho, como fintech expert no segmento, é uma ótima alternativa para o consumidor final conseguir acesso ao crédito e realizar o sonho de possuir o imóvel próprio”, explica David Munõz, CEO da Creditú.

O financiamento será direcionado para um nicho pouco atendido no segmento, como trabalhadores autônomos, jovens profissionais e pessoas que procuram investir em imóveis e não têm a oportunidade devido às burocracias dos bancos tradicionais.

“Da mesma forma que o mercado imobiliário vem se reinventando para permitir que o acesso ao crédito seja realizado de uma forma mais simples para os compradores de imóveis, o mercado de capitais brasileiro vem se firmando como uma alternativa de captação de recursos para empresas como a Creditú, através da emissão de CRIs, o que possibilita um crescimento mais rápido e sustentável de suas atividades”, acentua Marcelo Leitão, diretor de securitização da OPEA.

Com esta estrutura inovadora, a Creditú poderá oferecer a seus clientes, financiamento com taxas a partir de IPCA+7% ao ano, no montante de até 90% do valor do imóvel e com prazo de até 360 meses. Os financiamentos imobiliários contam ainda com seguro de recebíveis imobiliários da AVLA.

“A estrutura de investimento via CRIs desenhada pela OPEA com as corretas estruturas de incentivos entre RBR, Opea e Creditú, somada a capacidade da Creditú em originar e gerir a carteira, com os seguros de recebíveis imobiliárias da Avla tornaram o investimento atrativos para os fundos que gerimos”, comenta Guilherme Antunes, Sócio responsável pela área de Crédito Imobiliário da RBR Asset.