refúgios urbanos
Opinião

Refúgios Urbanos lança guias gratuitos sobre bairros paulistanos

Durante a pandemia, refletimos bastante sobre como o morar passaria a influenciar no cotidiano das pessoas. O quanto nossas casas e bairros se tornariam ainda mais fundamentais para a qualidade de vida de tantos que, em meio a fechamentos e ações de limitação da circulação em ambientes públicos, ajustaram seus hábitos de consumo e bem-estar à proximidade física de suas residências, evitando se locomover em transportes públicos, ir a estabelecimentos lotados de gente. Como cada família passaria a cuidar de sua bolha?

Sou moradora de Pinheiros e a pandemia me deu a oportunidade de conhecer melhor meu bairro. Um bairro plural e efervescente de São Paulo, repleto de espaços de resistência comunitária, social, cultural e arquitetônica. Era nítido que aquele bairro que eu conhecia estava em plena transformação e que, junto à cidade, se tornaria outro após a pandemia.

Nessa vontade de registrar o momento da cidade, assim como o desejo de incentivar as pessoas a interagirem e valorizarem o que está ao redor, o que faz parte do cotidiano, nasceu o primeiro guia da coleção, lançado na semana passada com o apoio da idea!zarvos.

Agora, as andanças do nosso time de consultores e a incrível pesquisa realizada pelo escritório de urbanismo Metrópole 1:1 estão registradas em um guia de bolso, convidando todos a caminharem e, num olhar ativo, participarem da história e construção de uma cidade tão dinâmica quanto é a maior da América Latina.

A parceria na pesquisa histórica e contemporânea não poderia ser melhor. O Metrópole 1:1 se empenha em construir espaços de diálogos mais participativos para a construção de uma cidade mais democrática, humana e inclusiva. Bibiana Tini, Bruna Sato e Douglas Farias caminharam por todas as ruas do bairro e suas anotações, centenas e centenas de páginas, foram resumidas para essa edição de bolso prática e interativa, pensada para que todos também possam rascunhar suas ideias e ideais.

Foi um trabalho feito por muitas mãos. Um time de arte empenhado em proporcionar uma experiência imersiva incrível. Amantes da cidade que lutam pela sua preservação e diversidade. O patrocínio da ideia!zarvos que acolheu também nosso evento de lançamento. A possibilidade de oferecê-lo gratuitamente na versão impressa e digital, já disponível em nossa plataforma (clique aqui).

E é aí que entra a mudança de comportamento proposta pela Refúgios Urbanos: somos sim uma imobiliária, mas entendemos a cultura como bem fundamental. Sabemos que compreendendo onde estamos inseridos cuidamos melhor dos nossos clientes e da nossa cidade, organismo vivo que pulsa também com nossas ações de cuidado, pertencimento e reconhecimento de seu valor.

Certamente você se surpreenderá com as tantas descobertas e segredos revelados em nosso guia e será um prazer compartilhar com você nossas impressões sobre design e arquitetura inspiradores, narrativas de entusiastas e moradores, prazeres escondidos na vida urbana.

Confira aqui algumas fotos do evento e compartilhe com a gente suas impressões na hashtag #PequenoGuiaNotavelPinheiros. Seguimos juntos buscando um lugar ao sol!

Camila da Refúgios urbanos fala sobre casas em bairros residenciais

Por Camila Raghi, sócia da imobiliária Refúgios Urbanos