fbpx

Inovação

Google Page Experience e Core Web Vitals: como as atualizações do Google impactam em sites imobiliários?

Aline Borges
Escrito por Aline Borges em 21 de julho de 2021
15 min de leitura
Google Page Experience e Core Web Vitals: como as atualizações do Google impactam em sites imobiliários?
Toda semana, no seu e-mail.

Assine gratuitamente a principal newsletter do mercado imobiliário brasileiro.

Um site pensado na experiência do usuário com certeza terá sucesso a longo prazo. O Google, com o objetivo de incentivar com que os sites cada vez mais se preocupem em oferecer um ótima experiência ao seu usuário, passou, em junho de 2021, a usar a experiência na página como mais um de seus vários outros critérios de ranqueamento, a atualização ficou conhecida como Google Page Experience Update:

A experiência na página ainda não funcionará por completo nesses sistemas até o final de agosto. Imagine que o processo é como temperar um prato que está sendo preparado. Em vez de adicionar o sabor de uma só vez, incluiremos os ingredientes aos poucos durante esse período.”

Neste contexto, os Core Web Vitals chegam para compor o Google Page Experience. Eles são mais uma maneira de mensurar essa experiência em seu site por meio da velocidade de carregamento, tempo de resposta e estabilidade visual que ele proporciona ao usuário.

Apesar de benéfica e com várias informações disponíveis sobre essa atualização na internet a dentro, a mudança provocou, e ainda provoca, muitas dúvidas em muitos profissionais de SEO, desenvolvedores e donos de sites. 

Mas e você? Sabe como o Page Experience e os Core Web Vitals podem impactar no posicionamento do site da sua imobiliária ou de seu empreendimento nos resultados de buscas do Google? Eu te explico!

O que é o Google Page Experience?

O Google Page Experience pode ser entendido como um conjunto de fatores que interferem na experiência do usuário ao navegar em páginas de um site. 

Esse conjunto é composto por alguns fatores já bastante conhecidos, como: 

  • Navegação segura: a navegação segura é indicada por uma página que não contém conteúdo malicioso ou enganoso;
  • Compatibilidade com dispositivos móveis: a tendência é que cada vez mais os usuários acessem os sites por meio de dispositivos móveis. Portanto, quando um site é desenvolvido, ele deve ser pensando em como será a utilização para celulares;
  • HTTPS: o HTTPS é um protocolo que protege a integridade e a confidencialidade dos dados entre o computador do usuário e o site. 
  • Ausência de pop-ups de anúncios ou alertas que atrapalham a navegação.

Como comentado, os fatores acima são apenas parte de todos os que compõem o Page Experience. Eles já são fatores considerados fundamentais devido a atualizações prévias do algoritmo em que exigiam a adequação dos sites à eles. A grande novidade são os Core Web Vitals que chegam para completar esse conjunto.

Os Core Web Vitals começariam a valer, de acordo com o Google, em junho de 2021. Portanto, quem não quer perder posições no Google, precisa ter atenção a estes pontos!

Por que os Core Web Vitals são tão importantes?

Como comentei anteriormente, alguns dos fatores, como site seguro e adaptável para dispositivos móveis, já eram antes conhecidos e a grande maioria dos sites já possuem esse cuidado. Porém, quando falamos sobre Core Web Vitals, estamos tratando de uma atualização que foi anunciada recentemente para compor os sinais de experiência do usuário em uma página, portanto requer cuidados e agilidade em sua implementação, principalmente se você depende de tráfego orgânico do Google.

Como os Core Web Vitals são avaliados?

Cada uma das métricas dos Core Web Vitals se concentram em avaliar pontos específicos centrados no usuário, e são elas:

LCP

O LCP (Large Contentful Paint) ou Maior Exibição de Conteúdo, avalia o desempenho de carregamento por completo do maior bloco de texto ou imagem visível assim que você abre um site. 

FID 

O FID (First Input Delay) ou Atraso da Primeira Entrada, trata-se sobre a interatividade de uma página, ou seja, o tempo gasto para que os elementos da página do seu site se tornem clicáveis. Se você clica em um menu de um site, por exemplo, e ele demora para abrir, este site está com problema de FID. 

CLS 

Por fim, o CLS (Cumulative Layout Shift) ou Mudança Cumulativa de Layout, avalia a estabilidade visual da página. Ele indica, por exemplo, a movimentação desnecessária de botões ou informações, fazendo com que o usuário por vezes clique em elementos que não desejava clicar por conta de mudanças inesperadas.

Cabe aqui ressaltar que essas métricas, de acordo com o Google, vêm sofrendo e, com o tempo, ainda sofrerão ajustes, portanto é necessário um acompanhamento constante dessas atualizações.

Como mensurar essas métricas?

Existem diversas ferramentas para mensuração dos Core Web Vitals. Dentre elas as principais são:

Google PageSpeed Insights

Uma das mais tradicionais ferramentas de mensuração de desempenho de velocidade de sites, também confere relatórios sobre os Core Web Vitals.

Google Search Console

O Google Search Console também é uma excelente opção para entender como está a experiência de página do seu site.  Ele traz um relatório que indica a “saúde” das páginas do seu site em relação não só aos Core Web Vitals, mas também de todos os parâmetros de experiência de página.

Google Lighthouse

O Lighthouse é uma ferramenta mais completa se comparada ao PageSpeed Insights, que pode trazer análises interessantes sobre as páginas do seu site. Além de trazer informações sobre a experiência na página, ela atribui uma pontuação ao SEO do site, ou seja, por meio dessa pontuação você consegue ter uma noção de que seu site está ou não bem construído de forma que o Google consiga posicionar suas páginas para resultados de pesquisas. 

Além das ferramentas acima citadas, existem outras opções como o GT Metrix, Web Page Test e a extensão Web Vitals,que apresentarão relatórios bastante ricos para a análise de seu site quanto às métricas de experiência de página e, especificamente, quanto aos Core Web Vitals.

Como o mercado imobiliário pode se adaptar à atualização do algoritmo do Google?

Apesar do Google avisar há mais de um ano sobre a atualização dos Core Web Vitals, ainda há tempo de se adaptar a essas mudanças, porque por mais que a atualização já tenha começado a ser implementada, nunca é tarde para pensar em trazer a melhor experiência possível de navegação para os usuários do seu site e o destacar frente aos concorrentes.

A seguir trago para você as principais soluções para adequar o seu site a essa atualização.

Faça implementações técnicas

A grande maioria das implementações que trarão bons resultados nos Core Web Vitals são de responsabilidade dos programadores do site. Cabe a eles identificar as possibilidades que trarão uma melhor performance e, consequentemente, melhor experiência para o usuário quanto ao carregamento de página e tempo de resposta, por exemplo.

Otimize as imagens do site (foco nos imóveis)!

Além da atuação da equipe de tecnologia na implementação de soluções, a equipe da sua imobiliária também tem papel fundamental na melhoria da experiência do usuário ao navegar pelo seu site.

Como? Com um simples cuidado com as fotos dos imóveis que são cadastrados no CRM e que serão publicados no site.

Cabe ao corretor, ou qualquer que seja o responsável pelas imagens dos imóveis da sua imobiliária ou empreendimento, que cuide delas com muita cautela. Um dos grandes problemas que impactam na velocidade de carregamento de um site são as imagens de imóveis com peso excessivo. 

Por mais que a qualidade de imagem seja um dos fatores mais importantes no contexto do produto imobiliário, deve existir um equilíbrio entre qualidade e peso da imagem. 

Não é interessante, por exemplo, que as fotos possuam 2 megabytes de peso. Lembrando que quanto maior o peso de uma imagem, maior o impacto na diminuição de velocidade de carregamento.

Atente-se ao uso de banners de anúncios que “saltam” na tela

Os pop-ups, como são conhecidos, são amplamente utilizados para a captação de leads que navegam nos sites. Porém, eles devem ser utilizados apenas quando extremamente necessários.

Pop-ups interrompem a navegação e costumam ser mal vistos por usuários.

Crie um layout adequado para o site

Pense na estrutura do seu site. Os usuários conseguem encontrar de maneira fácil tudo o que eles precisam? Os links estão funcionando e levam o usuário exatamente para a página que ele pensou que fosse encontrar?  

O layout do site deve ser pensado para dispor o conteúdo de forma agradável e fácil de ser encontrado para o usuário. 

Um site com um layout criado sem nenhum planejamento, com certeza desagradará o usuário e ele abandonará a navegação, tendo impacto direto na conversão do site e no posicionamento orgânico.

Conteúdo

Durante todo esse post, reforcei a importância de um site focado na experiência do usuário. Mas mesmo com essas mudanças, o que não muda é a importância de um conteúdo de qualidade!

De acordo com os próprios especialistas do Google, como Sowmya Subramanian, métricas de experiência de página não superam um bom conteúdo oferecido pelo site: “Priorizaremos páginas com as melhores informações, ainda que alguns aspectos de Page Experience sejam inferiores. Uma boa experiência de usuário não substitui um conteúdo excelente e relevante.”

Contudo, ainda de acordo com Sowmya Subramanian, caso os sites apresentem conteúdo similares, a experiência na página será um fator de desempate

Como então criar conteúdo relevante para o mercado imobiliário?

O conteúdo relevante precisa estar presente em todas as páginas do seu site. Confira algumas dicas a seguir sobre como otimizar o conteúdo do site da sua imobiliária ou empreendimento. 

Crie páginas com conteúdo relevante

É muito importante que sejam criadas páginas que trarão valor para o potencial cliente:

Crie uma página sobre a cidade ou sobre os bairros da cidade em que seu negócio atua

Crie uma página que traga informações relevantes sobre a cidade de atuação da sua imobiliária, descrevendo os principais bairros, por exemplo.

Dessa maneira, além de persuadir o seu público por meio das principais vantagens sobre morar em determinados bairros, a criação de conteúdo que oferece esse tipo de informação, com certeza aumentará a chance de posicionar o site para resultados de busca para pessoas que estão buscando conhecer mais sobre esses lugares e você poderá assim, levá-los a navegar por suas páginas de imóveis localizados neles por meio de links inseridos nestas páginas.

Crie uma página de Perguntas/Dúvidas Frequentes

Crie também uma página de “Perguntas Frequentes” e insira nela as principais dúvidas do seu público-alvo com suas respectivas respostas. Além de ajudar quem navega em seu site, esclarecendo as principais dúvidas do público que quer adquirir um imóvel, você conseguirá o posicionar organicamente em melhores posições para buscas no Google de quem procura por respostas para essas perguntas, trazendo assim maior tráfego para seu site.

Construa uma boa descrição dos imóveis

Além das dicas acima, foque nas descrições dos imóveis! Ofereça uma descrição detalhada, que consiga trazer não só todas as informações básicas mas também todos os diferenciais do imóvel, bem como todas as características do condomínio quando for o caso. Dessa forma, é possível sanar as intenções de buscas dos usuários que buscam por imóveis no Google.

Crie um blog!

Ofereça também conteúdo por meio de um blog. Crie posts com informações relevantes sobre sua marca, aborde temas relacionados à sua área de atuação e localização dos imóveis. Crie conteúdos que de forma geral consigam sanar as dúvidas do seu público-alvo e que sejam relevantes para ele.

Pronto para otimizar seu site, proporcionar a melhor experiência possível ao seu usuário e não perder tráfego orgânico? 

A atualização do Google já está acontecendo e agora, mais do que nunca, é necessário adaptar-se a ela!

Participe do nosso webinar gratuito sobre SEO para sites Imobiliários. Faça o seu cadastro e garanta a sua vaga.

Aline Borges

Aline Borges é analista de SEO, com experiência na otimização e posicionamento orgânico de site especializado nas áreas de gestão e tecnologia. Atualmente, integra a equipe da CUPOLA, com foco na otimização de sites de imobiliárias e empreendimentos.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

0 0 votes
Avaliação do artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x