DestaquesImobi Report

[222] Inteligência artificial: mercado imobiliário tem longo caminho a percorrer

O bom uso da tecnologia é tarefa obrigatória para as empresas que buscam o alto desempenho no mercado imobiliário. O caminho a ser percorrido pelo setor, no entanto, ainda demonstra ser longo, o que resulta em potenciais oportunidades.

Apenas uma a cada cinco empresas do imobiliário já faz uso de inteligência artificial (IA), segundo a consultoria Brain. A pesquisa, divulgada durante evento da Associação Brasileira das Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), aponta também que um número maior de empresas já têm conhecimento sobre ferramentas de IA: 26%.

Essas informações, no entanto, ainda podem ser um tanto incipientes, o que gera desconfiança de gestores tradicionais, bem como um trabalho de adaptação das equipes.

Na área de marketing o contato tende a ser mais profundo, já que as redes sociais estão tratando do assunto com grande frequência e maior profundidade. Uma pesquisa indicou que, em março, 54% dos brasileiros já tinham suas rotinas impactadas pelo uso de IA. E, logicamente, isso também entra na esfera de temas obrigatórios para o ecossistema imobiliário.

Como aumentar a conversão de negócios no mercado imobiliário com ajuda da inteligência artificial? A CUPOLA disponibilizou um e-book gratuito com técnicas para aumentar a conversão, reunindo 10 ferramentas de IA que podem otimizar o trabalho de marketing de imobiliárias, construtoras e incorporadoras, além de corretores de imóveis. O futuro já começou: saiba mais aqui e garanta seu e-book.

Vendas e Locação

Brasil no mapa das cidades mais caras do mundo. São Paulo é a primeira cidade da América Latina a entrar no top 10 desta seleta lista, puxada pelo valor cobrado pelos hotéis. O levantamento, que revela o potencial de mercado das praças avaliadas, considera os preços de itens de consumo de luxo.

Como a poluição sonora desvaloriza os imóveis? Mesmo sendo parte da rotina nas cidades, o barulho tem a capacidade de depreciar o setor imobiliário. A proximidade de avenidas, estádios e locais ruidosos está entre os fatores que podem puxar para baixo o preço de moradias.

Manter o alto nível na gestão comercial é um desafio permanente. Na Imersão Gestão de Vendas Imobiliárias, você terá oportunidade de sentar lado a lado com mentores e se inspirar com a trajetória de profissionais que atingiram a alta performance em gestão. Clique aqui para saber mais.

Imovelweb lançou o Premier Select, produto para imobiliárias que buscam potencializar resultados na plataforma. A solução garante à anunciante do portal maior visibilidade na região e no perfil de imóvel que desejar, entregando aumentos nas impressões e visitas aos anúncios. O Premier Select, no entanto, só é conferido para imobiliárias que possuem qualificações específicas, como alta pontuação de preenchimento de anúncios e ausência de reclamações no SAC.

Imobi Aluguel analisa os dados da Pnad Contínua, do IBGE, que trouxe tendências importantes para o futuro do mercado da locação, 3 anos após a última atualização. Spoiler: atenção máxima às unidades unihabitacionais. Já o Imobi Vendas fala sobre as objeções mais comuns do mercado imobiliário e como o profissional de vendas pode contorná-las com argumentos bem estruturados. 

Construção e Incorporação

Informações direto da fonte do jogo da incorporação imobiliária. No podcast Modo Avião desta semana, conheça os segredos da incorporadora AG7, referência em bem-estar e hospitalidade no Brasil. Alfredo Gulin Neto, CEO da AG7, é o entrevistado de Rodrigo Werneck, CEO e estrategista-chefe da CUPOLA.

O índice que mede a inflação da construção vai mudar. O Instituto Brasileiro de Economia da FGV anunciou uma revisão metodológica do INCC a partir do mês que vem. A nova estrutura sofrerá alterações na cesta e no peso dos itens pesquisados. O peso das regiões geográficas no cálculo do índice também sofrerá alterações: cidades do Sudeste ganharão importância.

Nasce o novo Minha Casa Minha Vida. O Conselho Curador do FGTS aprovou na última terça medidas que alteram o programa habitacional. A regulamentação do programa será feita até o próximo dia 30 pelo Ministério das Cidades e as novas regras deverão ser implementadas ao longo de julho.

Entre as principais mudanças anunciadas estão o aumento do subsídio para aquisição de imóvel, a redução dos juros para financiamento de famílias com renda mensal de até R$ 2 mil e o aumento do valor máximo do imóvel que pode ser comprado pela maior faixa de renda para R$ 350 mil.

O uso do FGTS “futuro” deve começar a ser usado em financiamentos do MCMV no segundo semestre, após ajustes no sistema da Caixa Econômica Federal. O uso das parcelas futuras do FGTS em financiamentos do programa habitacional foi autorizado no ano passado pelo Conselho Curador do fundo.

O governo também vai reajustar o teto do valor do imóvel no MCMV na área rural de R$ 55 mil para R$ 75 mil para novas moradias. Outra mudança será aumentar o valor destinado para reformas, de R$ 23 mil para R$ 40 mil. A meta é construir 30 mil unidades, incluindo cisternas, em 2023.

As maiores associações do setor de construção civil criticaram o Banco Central por não cortar os juros e renovaram a pressão sobre a autoridade monetária para que agilize esse movimento. A CBIC e a Abrainc distribuíram notas à imprensa cobrando uma mudança de postura. A CBIC lembrou que a indústria da construção está sendo muito impactada pelo juro elevado, com queda de 30,2% dos lançamentos imobiliários nos primeiros meses do ano.

A alta de juros não atrapalha apenas a indústria e o varejo. A Abecip aponta que o valor financiado para construção se manteve estável nos quatro primeiros meses do ano, ante igual período de 2022, mas as unidades financiadas caíram 26,7%. Incorporadoras vêm relatando maior restrição dos bancos na oferta do financiamento para as obras, o que tem feito com que gestoras se posicionem como alternativas.

Quase 40 anos depois do tombamento, o conselho estadual de patrimônio cultural propôs mais uma revisão nas regras para os bairros dos Jardins, em São Paulo. As principais alterações previstas envolvem o uso dos terrenos, a fim de permitir a construção de pequenos condomínios horizontais e vilas, e também vincular o tipo de ocupação à Lei de Zoneamento, o que poderia facilitar uma futura autorização para imóveis não residenciais.

Techs

Depois de superar R$ 8 milhões em vendas, a startup carioca Mago pretende ampliar seu faturamento em 250% até o fim do ano, com a expansão do negócio para São Paulo. Criada em 2019 para ser o “iFood de compras de materiais de construção”, a Mago facilita a rotina dos construtores ao buscar e comparar os melhores preços com os fornecedores e organizar a entrega. 

Aquisições para consolidar uma ampla esteira digital da cadeia da construção, num modelo que lembra o dos grandes marketplaces imobiliários, como QuintoAndar, Loft e ZAPWay+. Este é o plano do Grupo Softplan, empresa de tecnologia sediada em Florianópolis (SC), que recentemente adquiriu plataformas como Collabo (gestão de insumos) e Prevision (eficiência nas obras).

Uma solução personalizável para automatização de processos imobiliários. A Epar lançou o AluOK, plataforma que se apresenta como uma ferramenta de gestão para quem não tem intimidade com o tema. O sistema permite que a imobiliária ou o corretor não precisem se desdobrar para acessar muitas telas ou organizar fisicamente os arquivos, incluindo recursos para a gestão de contratos.

Mundo

EUA e Europa importam tecnologia cearense. A Impacto Protensão Ltda. está revolucionando os processos de composição e aplicação do concreto protendido dentro e fora do Brasil. Nos EUA e Europa, as formas utilizadas nas estruturas de concreto são feitas de madeira, artesanalmente e sem modularização. A Impacto decidiu inovar, substituindo as formas de madeira por plástico.

As vendas de moradias usadas nos EUA subiram 0,2% em maio, interrompendo dois meses de queda, enquanto os preços nacionais de venda tiveram a maior redução em relação ao ano anterior em mais de uma década, mostrando a natureza desigual da recuperação do setor. 

Para os que amam a natureza e sonham morar longe das cidades grandes, o governo da Irlanda pagará o equivalente a R$ 423 mil para quem se mudar para uma de suas ilhas remotas. Os moradores ficarão responsáveis por reformar as casas vazias ou degradadas. O programa abrange 23 ilhas pequenas do país totalmente desconectadas com o continente.

Estamos de Olho

Não satisfeita com os hiperesportivos, a Lamborghini anunciou a construção de um condomínio de luxo na região espanhola da Andaluzia, inspirado em seus produtos mais famosos. O Tierra Viva, que será erguido em parceria com uma incorporadora, terá 53 casas posicionadas em diferentes níveis a fim de garantir a todas uma vista do Mar Mediterrâneo.

Se comprar um imóvel de luxo nunca foi para qualquer um, morar de aluguel também está ficando mais restritivo. Pesquisa da consultoria britânica Knight Frank em 10 das cidades mais ricas do mundo mostra que oito viram o valor da locação bater recorde para imóveis residenciais luxuosos no primeiro trimestre deste ano. 

Emoções, ideias e experiências que são comuns aos seres humanos, independentemente da época ou da cultura. Estamos falando dos arquétipos, padrões de comportamento com simbologias universais. Confira no Imobi Report como essas ideias simbólicas se refletem na compra e venda de imóveis.