fbpx

Imobiliárias

Seg Imob inova ao conectar todas as pontas do mercado de seguros imobiliários

Carlos Simon
Escrito por Carlos Simon em 24 de setembro de 2021
Seg Imob inova ao conectar todas as pontas do mercado de seguros imobiliários
Toda semana, no seu e-mail.

Assine gratuitamente a principal newsletter do mercado imobiliário brasileiro.

O mercado imobiliário está cada vez mais recheado de startups – que até ganharam uma nomenclatura específica (proptechs) -, mas nem todas essas novas empresas de fato trazem soluções inovadoras. Para garantir um lugar ao sol, é preciso oferecer uma tecnologia funcional, associada à compreensão dos gargalos e das dores do segmento, e somada a altas doses de persistência e resiliência. Características que descrevem com precisão a trajetória da Seg Imob, empresa fundada há 7 anos em Uberlândia (MG). 

Com experiências profissionais tanto no mercado imobiliário quanto no de tecnologia, o fundador da empresa, Silvano Zen Tucci, criou em 2014 a plataforma que tinha por objetivo oferecer às imobiliárias diferentes tipos de seguros, conectando-as com seguradoras e corretoras de seguros. “O mercado de seguros imobiliários era carente de tecnologia. Assim, implantamos nosso conhecimento em automação de processos para criar este fluxo entre as partes”, conta o empresário.

O início foi tímido, com somente uma seguradora parceira. O primeiro grande impulso veio com o reconhecimento do Secovi-SP, que a elegeu a melhor plataforma de seguros imobiliários do mercado, tirando o estigma de empresa interiorana através da chancela de uma grande entidade da maior praça do mercado imobiliário brasileiro. O crescimento, porém, só veio em escala no final do ano passado, quando a Seg Imob abriu as portas para que qualquer corretora de seguros pudesse utilizar a ferramenta.

Hoje, a plataforma já reúne diversas corretoras de seguros e mais de 3.000 imobiliárias de 21 Estados e do Distrito Federal, oferecendo produtos de algumas das principais seguradoras do País (principalmente seguro-fiança, seguro-incêndio e título de capitalização), como Mapfre, Tokyo Marine, Porto Seguro, Icatu, Liberty, Pottencial, AXA entre outras.

O grande mérito da empresa é adequar a contratação do seguro à exata necessidade das imobiliárias, trazendo processos simplificados, maior gestão e produtos das melhores seguradoras do mercado centralizadas em uma única plataforma. Corretoras de seguros e imobiliárias desfrutam de uma experiência única na contratação de seguros.

Como os valores já estão parametrizados na plataforma, a imobiliária (através de uma corretora parceira) obtém a cotação do seguro de forma rápida e automática, eliminando a penosa tarefa de fazer contatos com várias empresas de seguros de forma apartada.

Para a seguradora, além de uma vitrine e um canal alternativo de vendas, a Seg Imob também oferece o trabalho de consultoria, por conhecer na outra ponta as especificidades do mercado imobiliário.

Para as corretoras de seguros, desenvolve e fornece tecnologia de gerenciamento de contratos de diversas seguradoras, de modo a otimizar processos e reduzir custos.

Em entrevista ao Imobi Report, o CEO da Seg Imob, Silvano Zen Tucci, detalha a trajetória da empresa, e os planos de expansão para o futuro próximo.

Seg Imob
Silvano Zen Tucci, CEO da Seg Imob

IMOBI REPORT: Como foi o processo de transição de um profissional de tecnologia, mas inserido em uma empresa familiar no mercado imobiliário, até a criação da Seg Imob?

Silvano Zen Tucci: Eu vim do mercado de tecnologia e trabalhava na parte comercial do sistema SAP. Com isso visitava várias empresas, indústrias no Brasil todo, e o que fazíamos era entender todos os processos daquelas empresas e mostrar valor através de uma mudança de sistema. Criar melhores processos automatizados e a segurança deles. Foi um aprendizado muito grande, porque eu via isso dentro de várias multinacionais.

Quando eu comecei a trabalhar no mercado de seguros, 13 anos atrás, foi um baque muito grande, porque era tudo muito retrógrado, muito manual, muito papel, processos redundantes feitos pelas imobiliárias, corretoras e seguradoras. Ali eu vi uma grande oportunidade de criar uma solução que pudesse melhorar os processos de todo aquele fluxo.

Tivemos uma grande dificuldade no começo do trabalho com relação à própria disponibilidade de tecnologia por parte das seguradoras, que são as fornecedoras do produto. Na época elas não tinham APIs ou algum tipo de comunicação para criarmos um sistema à parte que automatizasse os processos. E através da seguradora Alfa, em 2013, conseguimos fazer nossa primeira integração. Em cima disso, construímos a primeira versão de nossa plataforma, que atendia uma única corretora e uma única imobiliária.

Com essa plataforma começamos a estudar todos os processos das imobiliárias e corretoras para tentar automatizar o máximo possível e termos o mínimo de intervenção humana, reduzindo o custo operacional e possíveis erros de digitação e aplicação de informação.

Aquilo ali deu muito certo naquela imobiliária. Começamos a aplicar em outras e crescemos com isso. Até o momento que outra corretora que estava entrando no mercado imobiliário nos procurou, por entenderem que nossa solução seria fundamental para o crescimento deles. Conseguimos viabilizar isso com a própria seguradora Alfa, e eles começaram a utilizar a nossa plataforma. Aí percebemos que poderíamos atender várias corretoras. Desde aquele momento começamos a construir a solução pensando em outras corretoras.

Por muito tempo ficamos presos a poucas, até por privilegiá-las pela confiança e dedicação no sistema inicialmente. Mas a partir de um certo momento comunicamos que era inviável continuar somente com elas como parceiras pois o desenvolvimento de sistemas é muito caro.

Se queríamos criar um sistema para mudar o mercado, precisaríamos de um grande investimento e, com poucos clientes não conseguiríamos, precisávamos capitalizar o negócio. Eles entenderam perfeitamente que iríamos crescer, mas que isso geraria benefícios para todos.

Ficamos de 1 ano e meio a 2 anos mudando todo o sistema para nos tornarmos multicorretoras, e a partir de dezembro de 2020 abrimos de fato o mercado para todas. Naquele momento a gente tinha quatro corretoras e hoje estamos com mais de 40.

Entramos em meio à pandemia de covid-19, o que atrasou um pouco por um lado, mas acelerou por outro. Tivemos uma adesão muito boa da nossa plataforma, toda corretora que conhece o Seg Imob gosta muito. Principalmente pela nossa essência, que é a de que não estarmos para competir com ninguém e sim agregar valor a toda a cadeia produtiva.

Nosso slogan é “sempre juntos”, porque de fato, nós só existimos juntos, se tivermos harmonia entre corretoras, seguradoras e imobiliárias.

IMOBI REPORT: O funcionamento atual, portanto, é uma espécie de prateleira virtual. Ela expõe os serviços oferecidos pelas corretoras e a imobiliária tem toda a facilidade para escolher, fazer simulações, e entender qual produto, de qual seguradora, é mais aderente à necessidade dela, correto?

Silvano: Na verdade, nós somos diferentes para cada player. Para uma seguradora, nós somos um canal alternativo de venda e uma assessoria de vendas de seguros imobiliários. Para uma corretora, somos uma plataforma de tecnologia de gestão de seguros imobiliários. Para um ERP de imobiliárias nós funcionamos como um hub, onde ela se conecta através de um API, e nós o conectamos em várias seguradoras. E para a imobiliária, nós somos uma plataforma, em que ela consegue ter as melhores condições da forma mais rápida possível para seus clientes.

Só gostaria de deixar claro que não atendemos imobiliárias diretamente. Sempre fazemos parcerias através das corretoras de seguros cadastradas em nossa plataforma, por que eles têm os profissionais habilitados e capacitados para conduzir de forma eficaz, os assuntos relacionados a seguros dentro de uma imobiliária.

IMOBI REPORT: Ou seja, a tua solução é integrar diversos interesses numa plataforma só.

Silvano: Exatamente. Inclusive, em várias realidades. Nossa plataforma foi criada para se adequar à necessidade de cada corretor e imobiliária, e não elas se adequarem à nossa realidade. Esse é o nosso diferencial. Conseguimos atender diversas regiões do Brasil, com diferentes características dentro da mesma plataforma, apenas configurando-a.

IMOBI REPORT: São mais de 3.000 imobiliárias de 21 estados no país e mais o DF. Esses números aumentaram muito no momento em que vocês expandiram o universo de corretoras que ofereceram seus serviços. Como foi essa aceleração? Houve um movimento de marketing, ou foi muito de boca a boca?

Silvano: Nós não somos uma startup de fato e nós não temos pai rico. Então todos os passos que demos até hoje foram muito bem pensados e organizados, de forma que nós nos preparamos durante todos esses anos pra chegar a esse período e conseguir atender toda essa nova demanda que a gente sabia que viria.

Nunca investimos muito em marketing, ou quase nada. Sempre crescemos muito pela comunicação boca a boca. Uma corretora que utiliza indica outra, e elas veem o valor que dá para operação e vêm atrás da gente. Crescemos de uma forma bem natural, sem nenhum tipo de investimento pesado em marketing, comercial, nada disso.

IMOBI REPORT: Como funciona a remuneração da Seg Imob?

Silvano: Nós funcionamos como marketplace. Quem paga é quem está vendendo. Temos acordos operacionais com as seguradoras e elas nos pagam pelos seguros que são emitidos dentro da plataforma. Toda parceria que a gente faz é ganha-ganha. Então não recebemos um valor para disponibilizar a seguradora na plataforma, sempre ganhamos um percentual sobre a venda dela.

IMOBI REPORT: A seguradora paga pra estar ali, mas isso embute o custo pela operação individualizada? Existe uma transferência imediata do custo de estar na sua plataforma?

Silvano: Nós conseguimos mostrar para as seguradoras que elas têm uma redução significativa no custo operacional. Então funcionamos, dentro do termo utilizado em seguradora, como assessoria, que é como uma filial terceirizada da seguradora. É a forma que elas remuneram a gente.

E de fato, nós centralizamos quase todo o atendimento dessas corretoras conosco, porque sabemos muito daquela operação, sabemos com quem falar, temos canais de comunicação exclusivos dentro das seguradoras, conseguimos acelerar os processos e sabemos onde está o problema, porque a gente vive isso o tempo todo. Não trabalhamos com seguros de automóvel ou outros seguros, nos especializamos em seguros imobiliários. Tudo fica mais fluido assim.

Nós reduzimos o custo operacional, o investimento em tecnologia, e aumentamos a capilaridade das seguradoras. E elas nos remuneram por isso. Desta forma os nossos acordos com as seguradoras não impactam no custo dos seguros ou na remuneração para os corretores.

IMOBI REPORT: A Seg Imob faz parte de um universo de proptechs que nasceram a partir de imobiliárias. Você acha que é fundamental entender o processo interno, mais do que as soluções tecnológicas, para que elas sejam aderentes às dores das imobiliárias?

Silvano: Sim, é imprescindível. Já vimos startups que tentaram fazer algo parecido ou igual ao nosso modelo de negócio. Eram pessoas que tinham muito dinheiro e acesso à tecnologia, mas não tinham o fundamental, o conhecimento do mercado imobiliário. Conhecer as empresas, saber o que é necessário para uma imobiliária, para uma corretora de seguros e o que faz sentido para as seguradoras. E como eu disse, a gente só existe se coexistirem em harmonia: seguradoras, corretoras e imobiliárias.

Essas startups ficaram um ou dois anos, gastaram 20, 30, 40 milhões de reais, investiram em marketing, em tecnologia, mas o que elas ofereciam não fazia o sentido necessário para o mercado. E por ser também um mercado muito tradicional, é um processo lento para ganhar a confiança de várias corretoras e imobiliárias para usar o sistema.

Hoje, não existe outra empresa que faça o mesmo que nós.

Há empresas que fazem multicálculo, mas um cálculo de seguro é algo muito básico se comparado com a necessidade que existe dentro desse processo, tanto da parte das corretoras, quanto das imobiliárias. Calcular, alterar apólice, fazer contratação, cancelamento, ela tem que ver um extrato de pagamento, financeiro, de comissões… É muito mais do que só multicálculo. Esse é também um dos nossos grandes diferenciais, nós apresentamos uma solução completa.

Com relação ao conhecimento sobre o mercado: compreender as imobiliárias e corretoras de seguros é tão relevante que várias seguradoras nos procuram para desenvolver seus produtos. Nós criamos uma confiança e um know-how do mercado em relação a isso.

IMOBI REPORT: A Seg Imob nasceu em uma cidade do interior, embora de grande porte, como Uberlândia, e ganhou abrangência nacional. Isso mostra que a capilarização pode ser feita a partir de qualquer lugar, e que o importante é ter boas ideias e soluções?

Silvano: Quando a gente saiu do interior de Minas Gerais tivemos uma grande dificuldade. Todos com quem conversávamos perguntavam “Vocês são de São Paulo?”. Acabava que se criava um certo preconceito por sermos de uma cidade do interior, e de Minas.

Conseguimos de fato ter essa confiança e capilaridade de várias regiões do Brasil a partir do momento que o Secovi-SP fez uma pesquisa de mercado e elegeu a nossa plataforma como a melhor solução de seguros imobiliários, e quis levar o nosso benefício para imobiliárias filiadas a ele. E com a chancela do Secovi deixamos de ser vistos como uma empresa do interior e o mercado começou a nos reconhecer de uma outra forma, inicialmente no mercado de São Paulo e posteriormente em todo o Brasil.

IMOBI REPORT: Quais os planos de expansão da Seg Imob?

Silvano: Estamos agregando vários outros produtos. Alguns financeiros, como o parcelamento do aluguel no cartão de crédito em até 12x para a pessoa com dificuldade de caixa naquele mês. Também estamos iniciando parcerias com empresas de vistoria e lançando um módulo de seguro de condomínio. Pretendemos transformar nossa plataforma num hub em que a imobiliária consiga gestionar em um único lugar tudo que ela precisa em relação a seguros, produtos financeiros e facilities.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

0 0 votes
Avaliação do artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x