fbpx

Inovação

Refera divulga pesquisa nacional de manutenção em imobiliárias

Ana Clara Tonocchi
Escrito por Ana Clara Tonocchi em 25 de novembro de 2021
4 min de leitura
Refera divulga pesquisa nacional de manutenção em imobiliárias
Toda semana, no seu e-mail.

Assine gratuitamente a principal newsletter do mercado imobiliário brasileiro.

Quais são os principais desafios de uma imobiliária referentes à manutenção? As empresas conseguem gerar receita com esse setor? E de forma geral, estão satisfeitas? Essas foram algumas das perguntas feitas para mais de 260 imobiliárias pela Refera, plataforma de gestão de manutenção e rescisões para imobiliárias, na Pesquisa Nacional de Manutenção em Imobiliárias. A pesquisa contou com a co-organização da Agência CUPOLA, Universal Software, Hauseful e Captei, além do apoio do SECOVI-SC.

Para 60,9% dos entrevistados, o maior problema enfrentado no dia a dia é não conseguir mão de obra qualificada. Logo em seguida, com 45%, a principal dor citada é o preço alto das manutenções. Sete em cada dez imobiliárias não possuem prestadores de serviços próprios na imobiliária, dependendo da contratação por demanda.

O canal de recebimento das solicitações de manutenção mais utilizado por inquilinos é o WhatsApp (48%), o que pode gerar problemas de organização, além de segurança no armazenamento de dados deste cliente. Ao buscar informações para resolver os problemas da imobiliária, 59% buscam parceiros e mentores, enquanto 53% são reféns do Google como principal fonte de resolução de dúvidas. 

Confira uma entrevista com o CEO Lucas Madalosso, que comenta destaques da pesquisa.

Imobi Report: Quais foram os principais desafios observados na pesquisa nacional de manutenção em imobiliárias?

Lucas Madalosso: O maior desafio, sem dúvida, é o preço desses orçamentos. Tem vários componentes envolvidos nesse desafio: o primeiro é a inflação que estamos vivendo, que impacta nos insumos. O segundo ponto é que não temos uma cultura de conservação e manutenção preventiva. Isso faz que, quando necessário, as manutenções sejam maiores e mais caras. E a escassez de mão de obra qualificada é o terceiro ponto, relacionado diretamente ao preço dos orçamentos. É uma questão de oferta e demanda: hoje, a mão de obra de qualidade é super demandada e escassa. Há uma mentalidade de serviços informais e vemos muitas barreiras, principalmente culturais, para profissionais entrarem nesse mercado.

Imobi: Algum dado que surpreendeu?

Lucas: O resultado da pesquisa somente reforçou aquilo que já víamos no dia a dia com as imobiliárias. Os grandes problemas são com mão de obra e preço das manutenções. As imobiliárias, quando precisam de uma solução, vão para o Google e isso é um problema, pois não há filtro, curadoria. Também vale observar que pouquíssimas imobiliárias conseguem gerar receita com manutenção e reformas, o que é uma pena pois pode ser uma ótima fonte de receita. Muitas imobiliárias têm vergonha de dizer para o cliente que está colocando um valor em cima da manutenção. Nós entendemos que isso é um erro – a imobiliária não tem o dever de gerir uma manutenção, quanto menos de dar a garantia de uma obra. Ao institucionalizar soluções e assumir tantas responsabilidades, é muito justo cobrar um valor pela intermediação desse serviço.

Imobi: Como surgiu a Refera?

Lucas: A Refera surge da minha experiência no mercado imobiliário, 17 anos à frente da Terraz. Quando passamos pela transformação digital da imobiliária Terraz, trabalhamos no formato de inovação aberta, quando você conecta startups a sua empresa para resolver problemas e fomentar inovação. Quando eu finalizei minha jornada na Terraz, decidi continuar investindo em inovação e apostar na manutenção, pois essa era a principal dor que vivíamos na imobiliária quando tratava-se de imóveis alugados e rescisão de contrato. Vimos uma oportunidade de gerar valor no mercado imobiliário e tornar isso um bom negócio. De lá pra cá, nos propusemos a criar uma empresa para o mercado imobiliário. Buscamos investidores do setor que pudessem agregar muito conhecimento e, assim, oferecer na Refera um serviço muito próximo a realidade das imobiliárias. 

Hoje, já estamos atuando com 67 imobiliárias, o que corresponde a 170 mil contratos de locação em 23 cidades.

Imobi: Como você vê o ecossistema de inovação no mercado imobiliário?

Lucas: É super animador observar a explosão do mercado de proptechs. Dentre tantas opções, eu apostaria minhas fichas naquelas poucas startups que resolvem dores grandes o suficiente para fazer os clientes comprar e adotar a solução. Às vezes, essas startups não resolvem problemas reais do mercado imobiliário, muito provavelmente por não terem vivido realmente o dia a dia. Às vezes, essas startups apostam em problemas existentes, mas que não são grandes o suficiente para exigir um investimento do mercado, mudança de processo. Para resolver dores reais do mercado, nada melhor do que já ter vivência no setor e continuar conversando com o mercado. Nossa pesquisa nacional de manutenção em imobiliárias vem nesse sentido, para continuarmos com esse diálogo aberto, entendendo qual o momento do mercado, quais as principais demandas e possíveis melhorias. 

Imobi: Quais as principais vantagens da Refera para imobiliárias? 

Lucas: O ponto mais importante que acreditamos é no modelo de negócio de plataforma. Ao invés de uma imobiliária manter seus fornecedores com uma demanda relativamente pequena e ter que gerenciar essa relação, nós acreditamos na criação de uma grande rede de prestadores de serviço multidisciplinares. Buscamos criar uma rede de prestadores próximos de onde vão atuar, com uma distribuição geográfica assertiva. Para isso precisamos de volume, trazer muita demanda para esses prestadores, com tecnologia e ferramentas que organizam esse setor.

Ao juntar várias imobiliárias de uma mesma cidade, temos uma rede de prestadores parruda e conseguimos qualificar, encontrar profissionais que geram valor, que têm bons preços e são comprometidos. Ou seja, quanto mais o tempo passa, melhor se torna nossa prestação de serviço.

Outro ponto relevante é que cuidamos de toda a gestão dos chamados de manutenção da imobiliária. Não apenas conectamos a imobiliária ao prestador e saímos de cena, cuidamos de ponta a ponta. Entendemos que gestões e reformas não são atividades core de uma imobiliária, mas são fatores fundamentais para manter uma boa entrega ao cliente final. 

Confira a pesquisa completa aqui.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

0 0 votes
Avaliação do artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x